Apresentação

APRESENTAÇÃO Volume XIV – Ano 2018/2º Semestre

            O décimo quarto volume da Revista Científica da FacMais é composto por artigos de pesquisadores e professores de várias instituições de ensino superior (graduados, especialistas, mestres e doutores) das diversas regiões do Estado de Goiás, atuantes das áreas de: Administração, Ciências Contábeis, Enfermagem, Biologia  e Farmácia.

            Há seis anos a Revista Científica da FacMais vem contribuindo para a sociabilização do conhecimento, articulando pesquisa, ensino e extensão. A revista publica trabalhos de docentes e pesquisadores. E possui qualis nas seguintes áreas: Educação, Ensino, Saúde e História.

            No artigo intitulado “A gestão por competências como ferramenta para gerir conflito entre gerações”, os autores discorrem sobre a importância da gestão por competências dentro de uma organização de trabalho como ferramenta inovadora para se atingir os objetivos esperados em cada função ocupada e ampliar o alcance de metas propostas. Nesse contexto, também discorre sobre a importância da liderança, que deve saber articular diferentes gerações para atingir os objetivos da organização de trabalho e evitar ou resolver conflitos.

             No segundo artigo intitulado “O uso da oxigenoterapia hiperbárica como tratamento adjuvante às complicações decorrentes da radioterapia: uma revisão de literatura”, os autores descrevem, como a oxigenoterapia hiperbárica pode ser empregada na prevenção e tratamento das complicações relacionadas à radiação. O estudo verifica que esta é uma terapêutica muito utilizada no tratamento dessas lesões, sendo eficazes e possibilitando aumentar a qualidade de vida de pessoas com neoplasias que são submetidas à radioterapia.

            No terceiro artigo, cujo título é “Comparação microbiológica entre água mineral e água de fonte pública consumidas na Universidade Federal de Goiás”, os autores analisaram e compararam a qualidade microbiológica de um lote de água mineral engarrafada, comprada e consumida no campus de Odontologia da Universidade Federal de Goiás (UFG), em Goiânia, e da água proveniente de fonte pública/bebedouro localizada e também consumida na referida Universidade. O estudo verificou que a água mineral engarrafada consumida na UFG apresentou quantidades de microrganismos superiores aos recomendados pela legislação e microrganismos patogênicos caracterizados pela presença de P. aeruginosa, o que atenta para a necessidade de controle rigoroso da água consumida.

            No quarto artigo, intitulado “Cuidados de enfermagem com curativos de pacientes queimados: uma revisão da literatura”, objetivou-se analisar quais são os cuidados de enfermagem que devem ser prestados a pessoas vítimas de queimaduras. O estudo identificou diferentes coberturas que podem ser utilizadas no tratamento das queimaduras e que a assistência de enfermagem deve ser realizada de forma integral considerando os aspectos psicológicos de cada paciente.

            No quinto artigo, intitulado “Imunoterapias no câncer: revisão de literatura”, foram descritas as imunoterapias desenvolvidas e implementadas para o tratamento do câncer. As imunoterapias identificadas foram: anti-inflamatória; anticorpos monoclonais (MAbs); Vacinas; Viroterapia; Terapia com Células Dendríticas (DCs); inibidores do ponto de imunodepressão (anticorpos anti-antígenos linfáticos citotóxicos 4 (CTLA-4) e ligantes de morte celular programado (PD -L1 e PD-L2). O estudo sugere que novas pesquisas devem investigar melhor como podem ser utilizadas essas imunoterapias, de modo a ampliar seu uso.

            O sexto artigo, cujo título é “Intoxicação por organofosforados: uma revisão da literatura”, descreve os principais efeitos tóxicos e possíveis tratamentos dos organofosforados, destacando a importância do profissional de saúde estar capacitado para reconhecer e tratar adequadamente pessoas vítimas de intoxicações por esses produtos.

            O sétimo artigo, intitulado “Perspectivas atuais sobre fitoterápicos e conhecimento do enfermeiro sobre fitoterapia e aplicabilidade na prática”, destaca o uso de fitoterápicos, o conhecimento e aplicabilidade dos mesmos por enfermeiros em sua prática clínica. O estudo verificou que existe uma deficiência no conhecimento de enfermeiros sobre a fitoterapia, que podem ser empregadas e trazer benefícios para a população. Nesse sentido, destaca a necessidade de realização de novas pesquisas, que contribuam para a produção de conhecimento na área.

            O oitavo artigo trata-se de uma resenha crítica e está intitulado como “Resenha crítica do documentário comprar, jogar fora, comprar: a história secreta da Obsolescência Programada”. Essa resenha analisou o documentário “Comprar, Jogar Fora, Comprar, História Secreta da Obsolescência Programada” e tratou de um assunto relevante na atualidade, que é o consumo exagerado e o descarte de produtos que ainda poderiam ser utilizados, gerando resíduos que contribuem para a poluição da natureza.

            A Revista Científica FacMais e o Núcleo de Extensão e Iniciação Científica da FacMais (NEIC) interligados às coordenações de cursos, e à Direção Acadêmica, tem o intuito de incentivar e promover o estudo e a investigação acadêmica, tendo em vista o avanço da ciência.

            Agradecemos a preciosa colaboração dos colaboradores e pesquisadores e convidamos o(a) leitor(a) a se deleitar com a leitura de artigos que versam sobre temáticas relevantes na construção do conhecimento e que podem contribuir na formação e ser subsídio para mudanças de comportamento e melhoria da qualidade do trabalho desenvolvido em diferentes áreas.

A Editora.

Dra. Cynthia Assis de Barros Nunes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *